Tudo o que pedirmos com fé, Deus nos dará!

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedintumblrmailFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedintumblrmail

Tenho utilizado com frequência um ensinamento deixado por Jesus em Mateus 7, 7-11, Lucas 11, 9-13:

Tudo o que pedirmos com fé, Deus nos dará. Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede, recebe; e quem busca, acha; e ao que bate abrir-se-lhe-á. Ou qual dentre vós é o homem que, se seu filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, se lhe pedir peixe, lhe dará uma serpente? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas dádivas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhas pedirem? 

É uma afirmação de Jesus que deixa claro o quanto o Pai Eterno olha para os seus filhos amados, nos dando a oportunidade de receber o que precisamos para que a felicidade aconteça.

Tenho procurado alertar o quanto é importante entender este ensinamento na sua essência, veja que a seguir da afirmação que: Pedi e dar-se-vos-á, vem outras duas que não nos deixa dúvidas de como devemos proceder após enviar aos céus o nosso pedido; buscai e achareis; batei e abrir-se-vos-á; porque todo aquele que pede recebe, o que busca, acha; e ao que bate as portas se abrem.

Deixando claro que não basta apenas pedir, faz-se necessário buscar o que pedirmos.

Faltou fé?

É muito comum me procurarem, eu mesmo já fiz esta reclamação a Deus, dizendo que pediu, procurou, bateu nas portas e não recebeu o que pediu, a pergunta é: faltou fé?

Para entender bem esta dúvida vamos recorrer a outro ensinamento deixado por Jesus em Marcos, 11, 22-24 que diz:

Tende fé em Deus; porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te ao mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele. Por isto vos digo que tudo o que pedirdes em oração, crede que recebereis.

Então significa que tudo que pedirmos com fé nos será dado?

Destaquei o tudo do ensinamento em Marcos para chamar a atenção de que tudo não significa que receberemos a máxima de nossos pedidos, mesmo que seja com fé arrebatadora, verdadeira e pacienciosa.

Lembremos-nos do Apóstolo Tiago que afirma em sua carta 4, 3: “pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres”.

Esta afirmação feita pelo Apóstolo Tiago nos deixa claro que devemos aprender a pedir, porque Deus jamais permitirá recebermos algo que não nos proporcionará uma vida de felicidade plena.

Tudo nos será oferecido para a sua Glória!

Para que entendamos bem que tudo o que pedirmos deve ter um alcance divino e não supérfluo, vamos buscar na Carta que Paulo Apóstolo escreve aos Romanos 11, 33-36 que diz:

Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos!  Quem conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o seu conselheiro?  Ou quem deu primeiro a ele, para que venha ser recompensado? Porque dele, e por meio ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente.

Devemos, pois, pedir com sabedoria e entender, com paciência, que cada pedido que fizemos seguirá um curso divino, sendo analisado com o carinho de um Pai amado e a intercessão de muitos “Amigos” que irão buscar encontrar os meios para recebermos o que tanto necessitamos.

Por outro lado precisamos observar, pois, são muitas as vezes que recebemos mais do que pedimos, só que com a “embalagem” diferente daquela que os nossos olhos carnais estão acostumados. É preciso enxergar com os olhos do Espírito para entender o significado de cada acontecimento que nos chega a cada segundo.

Tenha certeza, que TUDO O QUE PEDIRDES COM SABEDORIA, COM FÉ PACIENCIOSA LHE SERÁ DADO!

O que você achou dessa matéria?

Deixe seu comentário abaixo e, se você gostou, por favor compartilhe com seus amigos.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedintumblrmailFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedintumblrmail